* 5º Show dos Direitos Humanos: Iguais na Diferença - 12/12 Praça da Estação em BH

Publicado: .

Belo Horizonte será a capital da música e dos Direitos Humanos no dia 12 de dezembro, a partir das 17h30, na Praça da Estação, com a realização do 5º show dos Direitos Humanos: Iguais na Diferença. Sob o comando de Antonio Nóbrega, um time estelar fará uma grande festa para celebrar os 62 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos, promulgada em 10 de dezembro de 1948. E um show com essa temática não poderia faltar a personalidade mais emblemática de Minas Gerais, Milton Nascimento, que será homenageado pela importância do papel desempenhado pelo cantor que fez uso de suas músicas para protestar contra a ditadura, se transformando num ícone da música brasileira. O show dos Direitos Humanos é uma realização da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e Ministério da Cultura (MinC) com patrocínio da Petrobrás e da Eletrobrás.

Doze artistas já confirmaram presença nesta comemoração pelos direitos humanos: Arnaldo Antunes, Chico César, Elba Ramalho, Elza Soares, Fernanda Takai, Lenine, Luiz Melodia, Margareth Menezes, Sérgio Ricardo, Lô Borges e o próprio homenageado, Milton Nascimento. Quem também virá especialmente para a ocasião é o Pablo Milanés, cantor cubano e um dos maiores nomes da música latina, tendo já gravado 26 discos. Cada canção de Milanés é como uma poesia, de alguém atento e sensível ao mundo que o rodeia.

 

5ª show dos Direitos Humanos – Iguais na Diferença
Data:
12 de dezembro de 2010
Horário: A partir das 17h30
Entrada: Gratuita
Local: Praça da Estação - Centro de Belo Horizonte / MG
Informações: www.direitoshumanos.gov.br

 

Artigos

  • Nota da CNBB questiona propostas conservadoras que tramitam no Congresso +

    “Entre vós não deve ser assim” (Mc 10,43). A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB, reunida em sua 53ª Assembleia Geral, em Aparecida-SP, no período de 15 a 24 de abril de 2015, avaliou, com apreensão, a realidade brasileira, marcada pela profunda e prolongada crise que ameaça as conquistas, a partir da Constituição Cidadã de 1988, e coloca em Leia mais
  • MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA +

    Considerando as graves dificuldades político-sociais que afligem atualmente o País, a Presidência da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil – CNBB – e a Ordem dos Advogados do Brasil – OAB – se veem no dever de vir a público expressar – a exemplo do que já fizeram em ocasiões semelhantes anteriores – a convicção de que acima das divergências políticas, naturais numa República, estão a Leia mais
  • A crise hídrica exigirá maior organização e reação da sociedade +

    * José Zanetti Gonçalves “Se você não for cuidadoso (a), os jornais [a mídia] farão você odiar as pessoas que estão sendo oprimidas, e amar as pessoas que estão oprimindo”. Joseph Pulitzer A despeito da crise hídrica que estamos vivendo, gostaria de convidá-los a refletir e mais que refletir, a exercer os direitos de cidadãos. Quando fiz o ginasial há 50 Leia mais
  • Eleições, futebol e participação cidadã +

    * José Zanetti Gonçalves Saímos de um processo de eleições nacionais de significativa importância para o país sem que os concorrentes e a sociedade discutissem programas e propostas de governo para toda a nação. E por isto gostaria de dirigir um apelo aos leitores deste Blog para uma reflexão com vistas às eleições municipais de 2016. Eleições não podem e nem Leia mais
  • Informação nossa de cada dia +

    * Por Pe. Alfredo J. Gonçalves O universo da Internet – com suas inúmeras redes sociais – e suas mil possibilidades de contato, comunicação e interação – representa hoje um poderoso símbolo de inclusão social. A tal ponto que as pessoas impossibilitadas de acesso a esse mundo deslumbrante e encantado constituem uma nova categoria dentro da exclusão social: os excluídos virtuais. A revolução informática Leia mais
  • 1
  • 2
  • 3